Pages

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Uma pessoa me ensinou.

Uma pessoa me ensinou que...

Ciúme não é sinônimo de amor e muito menos proteção. Na verdade é nada mais nada menos que posse e controle.
Liberdade não é sinônimo de solidão, e sim poder fazer suas próprias escolhas inclusive escolher não ficar sozinho.
Insegurança não acaba quando os outros te passam segurança, mas quando você aprende superar os seus problemas interiores e pessoais.
Para fazer amizades as pessoas não precisam gostar de estar com você. É você quem precisa gostar de estar com elas.
Não contar as coisas nos mínimos detalhes não significa que você não quer compartilhá-las, mas que atingiu uma maturidade tal que não é mais necessário explicar tanto.
Quando passamos a não focar a vida em apenas uma coisa ou pessoa não significa que perderam importância, e sim que você se tornou menos dependente dela.
Existem vários tipos de inteligência e devemos aprender a conviver com cada uma.
As pessoas não são obrigadas a oferecer o que você exige, é você quem deve exigir o que elas podem oferecer.
Uma pessoa me ensinou também que você aceita aquilo que merece, pois toda vez que diz não pra alguma coisa ou pessoa é porque simplesmente não merecia.
Se você não aprende com amor, tenha certeza que de uma forma ou de outra terá que aprender, mesmo que seja na dor.
Para se tornar inesquecível pra uma pessoa não é necessário fazer uma grande ação, basta fazer a pequena diferença.
Quem não sabe dividir não está pronto pra receber.

Escrito por Naty Iasmin enquanto analisava as situações da sua vida!

Um comentário:

lorem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.