Pages

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Simplesmente amor

Eu amo você quando me olha de rabo de olho e depois com aquele olhar de censura. Amo quando me abraça forte pra não me deixar sair, quando me beija com beijos apaixonados e quando vela o meu sono. Amo quando me toca, quando dança comigo e até quando fica muito bravo. Amo sua banda, seus amigos, sua família; amo seu cabelo, suas orelhas, sua barba, seu sorriso e seus ombros. Amo quando me escuta, quando cuida de mim, quando me protege e quando me dá conselhos mesmo que por telefone.Amo também seu jeito de falar, de rir e de andar. Amo sua cachorrinha, sua cama, sua TV, suas roupas e seu cheiro. Amo quando você me pede perdão, quando me perdoa e quando diz que me ama. Amo pensar em você, ouvir músicas com você e até mesmo cantar com você. Amo quando te odeio, quando te esqueço, quando te quero longe e até quando não me ama.Amo você por tudo que significa pra mim, por tudo que faz por mim e por tudo que ainda quero viver com você. Amo quando me deixa livre, quando confia em mim e quando enxerga a reciprocidade disso. Amo te amar e te ter em minha vida.

Escrito por Naty Iasmin que ontem dormiu aos prantos mas hoje acordou sorrindo...

2 comentários:

Bruno disse...

Ficou lindo, amor!! Ainda mais sendo pra mim! Te amo muito, minha poetisa preferida! Você é a melhor e mais linda namorada do mundo!

Maurity Cazarotti disse...

Arrasou aí hein maninha!!! Parabéns pelo belo texto. Prometo ser mais assíduo. Preciso acalmar meu coração de alguma forma.