Pages

terça-feira, 8 de junho de 2010

Amigo de MSN

Já faz quase um ano que o conheci, mentira! Eu já o vira anteriormente, mas jamais trocamos meia sílaba, mas em uma tarde de sábado de longe num banco eu percebia um olhar a me encarar, um olhar que me encarava como se me conhecesse ou não! Retribui o olhar e logo percebi que minhas bochechas coraram como as de uma boneca pintada com blush rosa... Fui embora continuando sem trocar meia sílaba de conversa...
Na segunda seguinte, estava distraída no msn quando uma janela de conversa pisca com um laranja Sol em minha tela de PC, um tal fulano me chamava pra conversar... Mas quem era aquele fulano eu me perguntei, e logo descobri que era o tal que me encarara no sábado e que achava que era eu quem o encarava. Hilário! Após muitas discussões sobre de quem fora o primeiro olhar, chegamos a conclusão de que não importava, pois ambos nos encaramos e ficou por isso mesmo...
Veio a terça e nossas conversas no MSN se intensificavam, ficávamos a tarde toda conversando sobre coisas sérias, fúteis, engraçadas e idiotas, falávamos de sorvete, músicas, viagens, vida; enfim sobre tudo e nada ao mesmo tempo.
Nossa amizade foi crescendo, crescendo, crescendo e um dia combinamos que já estava na hora de nos vermos pesoalmente. E foi em uma dia "feira" da semana que recebi sua visita em minha casa (na porta), foi estranho nos conheciámos tanto pela internet, e no olho ficamos acanhados, calados como se nunca nos falássemos outrora. E, em quinze minutos de conversa já ríamos, zoávamos e conversávamos com a mesma identidade de nossas tardes de chats...
O tempo passou e as circunstâncias nos tiraram as tardes de msn, nos afastamos mas não nos esquecemos. As vezes, bem as vezes, nos falávamos no telefone, porém não tínhamos aquela mesma intimidade e cumplicidade de antes;os desabafos cessaram, as confidencias também!
Contudo, o destino nos reservava uma surpresa: nossas tardes on line voltaram... era como se nunca tivessem parado rimos, confidenciamos, falamos de nós, matamos um terço da saudade! Hoje sei o quanto essa amizade me faz bem e me fez falta. Hoje sei que mesmo longe nossa amizade ainda é a mesma. Hoje sei que podemos ver um filme juntos e comer pipoca qualquer dia desses. Hoje sei que você se preocupa comigo como se nos conhecêcemos a dezessete anos. Hoje sei que Deus foi muito bondoso em cruzar nossos caminhos e no meio deles fazer brotar essa tão doce amizade, amizade que aquece, que protege, que gosta, que chega e vai sem ter ido embora de verdade...

Escrito por Naty Iasmin que hoje apenas homenageia com um "post", seu grande amigo de MSN. Amigo esse que mesmo longe esta sempre perto aqui em seu coração...

2 comentários:

Fabio de Deus disse...

Acredito conhecer a outra metade desta história...

Fabio de Deus disse...

Existe uma canção mto bela que diz q "se eu tentasse definir o quão especial tu és para mim, palavras não teriam fim..." e continua dizendo que "definir o amor não dá, então direi apenas 'obrigado'..." e conclui dizendo que "Preciosa és, para Deus e para mim, e que a fé de Deus nos faça 'Eternos Amigos'...
...(sem mais a acrescentar...faltam palavras)